quinta-feira, 16 de março de 2017

Not a mermaid


Quando tinha 11 anos, eu escrevi uma carta dizendo o quanto gostaria de pegar uma caneta, furar meu pescoço e sangrar até a morte. Gritaram dizendo que garotinhas jamais deveriam pensar coisas como essa, fui proibida. Hoje vi um lago bonito pela janela do carro, algo me fez querer adormecer debaixo dele.


Eu estava indo para um aniversário. Refrigerante. A água daquele lago preenchia meus pulmões, a cada gole. Foi terrível. Então a culpa me fez recusar um segundo pedaço de bolo, o anfitrião da festa expressou sua cólera. Palavras tão afiadas como facas.
"Você não pode ficar mais gorda do que já está. Coma."

"Não, obrigada."


Eu preciso mesmo recusar todas as vezes?
Os dias viraram loops infinitos.


***

Mad Wold era à única que conhecia do Tears for Fears. 
Pale Shelter é realmente lindíssima. Não conheço toda a letra, mas meus lábios  insistem em se mover. "You don't give me love"
Obrigada GK. 

14 comentários:

  1. Essas situações de obrigações sociais, nos exigem mais que sanidade mental. Exige a nossa alma.

    ResponderExcluir
  2. Que homem grosseiro, eu daria um tapa nele. Que palhaçada.
    Você é sim uma sereia.
    Lua-de-carmim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Que absurdo >M<
    Q.U.E. A.B.S.U.R.D.O !

    ResponderExcluir
  4. Nossa, mas que anfitrião mais grosso, esse merecia tomar um fora!

    ResponderExcluir
  5. Todo suicida anseia por vida, e, a crer na mudança, esbanja esperança.
    ...
    Que bom que gostou de "Pale Shelter". "Mad World" também é lindíssima. São ambas do mesmo álbum, o primeiro deles, "The Hurting". Como fã, sou suspeito para falar, mas eles têm muitas canções que vale a pena conhecer. Se quiser sugestões, é só dizer!
    GK

    ResponderExcluir
  6. Dá série: pessoas babacas q falam coisas mais babacas ainda :/q cara imbecil

    ResponderExcluir
  7. Se preocupa não, o que ele fez contigo hoje, ele pagará amanhã, por que a vida é assim, aqui se faz e aqui se paga. Ele nem merece ser chamado de anfitrião, deve ser chamado de um simples empregado, pois um anfitrião de verdade dá conforto aos convidados, não mal estar, esse não é digno do próprio emprego, se ele continuar assim nunca vai crescer na vida ou subir de cargo, não com essa falta de educação, coitado, quer humilhar os outros, mas mal percebe que é ele quem está se ferrando, pois se você quisesse se vingar, poderia chegar no ouvido de quem contratou ele é falar, depois ele quem saia prejudicado.

    ResponderExcluir
  8. As vezes - na maioria delas - é melhor nos guardarmos para nós mesmas.

    Pessoas são destrutivas

    ResponderExcluir
  9. Eu estive lendo seu blog pelo celular e tudo que posso dizer é: apesar de tanto sofrimento, voce é incrível! Sério, voce escreve muito bem, várias vezes eu senti que estava lendo um livro, me lembrou muito garotas de vidro inclusive.

    Estou lhe acompanhando.

    Ah, e um babaca esse anfitrião, pqp

    ResponderExcluir
  10. Essa música do Tears for Fears é INCRÍVEL!!!
    Se eu lembrar os pensamentos horríveis q já tive qdo era menor, entre 15 e 20 anos era de arrepiar os cabelos... Mas passou, melhorei tanto graças a terapia...
    Esse anfitrião falou uma coisa que nem deve ter sido por mal, mas o jeito que ele falou foi MTO FDP e aos nossos ouvidos que são bem malucos são como facadas. Só segue a vida e tenta levar teus dias com tranquilidade na medida do possível.
    Eu tinha dado uma sumida e abandonado o blog, voltei, reformei tudo e to cheia de vontade de chegar nos objetivos.
    Força pra nós!!!
    ;**

    ResponderExcluir
  11. Gosto muito do teu gosto musical ;)
    Essa frase foi tão cruel, e imagino o quanto te maguou, um abraço sim?
    Espero que estejas bem..
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Nossa... devo dizer primeiro de tudo que o anfitrião é um nojento por falar desse modo.
    E também sempre tive pensamentos suicidas, não é que eu queira as vezes eles apenas surgem.
    Bjos e forças para vc.

    ResponderExcluir