terça-feira, 10 de janeiro de 2017

You aren't who should be







Não suportei. Estava muito mal para comparecer na consulta, ou pelo menos disse que estava. Mais uma vez, remarcada. É claro que não ficou por isso mesmo, as pessoas por aqui fizeram questão de transformar meus dias num verdadeiro inferno. Tantas discussões e a verdade exposta, nada de desconhecido mas mesmo assim doeu, sem um pingo de eufemismo. Indo além dos clássicos "…eu não sei mais o que fazer" ou "…você não é como deveria ser", meu padrasto vociferou "...você está estragando tudo[…]" enquando eu estava segurar aquelas lágrimas. É verdade, é só o que sei fazer, grande descoberta essa! Talvez eu devesse estar magoada só que não sinto nada, nem sei como me sentir. Presa na redoma da Ana. Esse é meu castelo, essa é minha prisão.



Não comi muito mas induzi vômito algumas vezes. Quero arrastar um esse corpo morto pra fazer algum exercício mas teria ódio de dar satisfações do por quê pra eles. Talvez eu seja mais uma das bonequinhas transtornadas que se ocultam em quartos escuros e utilizam pseudônimos agradáveis. Tento me manter sempre sobre a claridade do meu monitor, porque quando as luzes apagam.... Coisas ruins acontecem.

7 comentários:

  1. Você escreve tão bem, eu fico aqui lendo e relendo, mas apoio caso você resolva se mexer HAHAHa, talvez seja bom pra você, não sei mas pro corpo faz bem.
    Fique bem <3

    ResponderExcluir
  2. É triste mais é lindo!
    Você é uma escritora incrível!
    Espero que as coisas por aí fiquem bem.

    ResponderExcluir
  3. Você escreve tão bem que deveria tentar publicar um livro.
    Força!
    ;*

    ResponderExcluir
  4. Ain Ami, eu não entendi que tipo de consulta era... :O
    Você fez os exames de sangue daquela vez?
    Beijos ^^

    ResponderExcluir
  5. Tão triste mas lindo ao memso tempo.
    desejo-te muita força e se precisares de alguem com quem conversar, aliviar os monstros dentro da tua mente eu aqui estarei.

    ResponderExcluir
  6. Difícil entenderem que você não é um boneco sujeito às vontades deles e que tem as suas próprias. Minha mãe nunca entendeu até hoje. Talvez a psicóloga ajude a desemaranhar essa confusão toda, ou pelo menos ela tem uma noção de que você é um ser próprio e único, e pode te ouvir.

    ResponderExcluir
  7. Como disse o comentário acima "É triste mais é lindo!"
    Espero que melhore, os seus monstros você tem de encarar, mesmo que não seja fácil. Nunca é fácil pra ninguém.
    Beijos, Queen.

    ResponderExcluir