segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Hear me now...




É difícil ser você mesmo sem os remédios. Estar "bem" não me deixa bem de verdade. Eu sou a dor, o silêcio. No final ela é a única que pode me ouvir. Estou dando minha alma por esse transtorno. Eu queimarei no inferno por isso.

Comi pizza ontem e entre os risos falsos e as piadas sujas eu me decidia sobre devolver tudo aquilo. Não fiz. Deveria. Queria. Fraca. Não fiz. As coisas não melhoram, ela só me faz chorar e ninguém percebe. Me fizeram elogios, sobre ser assim tão silenciosa e contida.   Eles não sabem que pessoas silenciosas demais tem muito barulho em suas cabeças.

Apenas mais uma semana de aula e acho que vou voltar pro exílio, o único plano para esses últimos dias é restringir. Restringir. Restringir. Restringir. Até cair dura. Ou ter um resultado satisfatório. Sem mais desculpas para Ami. Existem coisas que precisam ser feitas.



6 comentários:

  1. Amore, amore, saudaddes de ti em my wpp.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muuuitas saudades lua.
      The cat lady era tão divertido....

      Excluir
  2. Oi Ami
    Nos todos aqui estamos te ouvindo. Sei que a ultima coisa que vc deseja ouvir é que a restrição não é a salvação. Vc precisa equilibrar as coisas meu bem . Sei que é difícil. Mas tente ....
    Estaremos todas torcendo por vc.
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem redenção para mim. Agradeço a você, mas esse corpo sem alma precisa de um motivo.

      Excluir