domingo, 22 de outubro de 2017

XXI woman and her bad adventure


Foi um rótulo "bonitinho" que ganhei durante uma rápida avaliação feita por dois colegas de classe. Eles estavam a superestimar algumas das minhas supostas qualidades e eu nem imagino qual a importância disso. Confesso que "mulher do século XXI" me surpreendeu. Não a parte do vinte e um, porque daqui a oitenta ou noventa anos isso vai ser ultrapassado, mas a parte do "mulher". Nunca achei que tivesse deixando de ser/se parecer com uma garota. Isso pode ser porque de fato não deixei, ou... Nunca fui uma. Tanto faz para mim...
**-
Na quarta-feira fizemos uma visita a universidade, com tudo de direito; cadáveres, ossos, bonecos, música alta, pessoas dançando Zumba(?), amostras grátis, dor nos pés e um pouco de ciúmes.

O demônio garoto da biblioteca retorna dos mortos e decide por si só que "vai" andar comigo e alguns colegas, já que os amiguinhos dele "disseram" que não iriam(mas foram) na parte de anatomia. Queria matá-lo, mas não me opus ao que ele determinou porque ninguém disse nada e eu não quis ser chata. O que me levou a bancar a alienada o resto do tempo, fingindo que não me importava e tentando deixar o incomodo de lado. Até que... Bum. Estamos sozinhos.
Eu, ele e... M.

Oh sim, M também estava presente. O tempo todo e meio incomodado também.

***
M me abraçou bastante(acho que tentando insinuar algo), enquanto o garoto da biblioteca mostrou não se importar, mesmo. Pareceu espontâneo, mas não deixou de ser uma situação embaraçosa. Depois de um tempo um outro garoto se juntou a nós e isso ajudou a diminuir um pouco a minha tensão psicológica.

Quase como super poderes, fiz os dois trocarem algumas palavras e o resto encaminhou naturalmente até que... Meu sapato desamarrou. Merda.

Abaixei para amarrá-lo. O garoto da biblioteca foi atrás de mim e esticou os braços, tocando minhas costas. M olhou como se estivesse tendo um infarto e eu perguntei que porra era aquela. Ele pediu para que eu fosse mais rápido mas... Adivinha... EU NÃO SOU O FLASH.

Fiquei completamente desconcertada com a posição/situação. A partir disso fui andando na frente segurando o braço de M, demorou um pouco para a cara de tacho dele desaparecer.

Encontrei os infelizes alunos que deixaram nós três no começo, tudo acabou com risadas.
Felizmente o dia terminou sem mais acontecimentos constrangedores.


sexta-feira, 20 de outubro de 2017

*


Chorei. O passado me persegue com uma faca afiada e brilhante, estilo Pânico, mas parece que não sou a única pessoa a carregar segredos obscuros. Me matariam se contasse a vocês.

Nem em seus sonhos(ou pesadelos) esse sentimento te deixaria, nunca sozinha. 
Nunca. Sozinha. 
Nunca e sozinha. 
Nunca vai acabar bem. Você está sozinha. 

Está na sua mente garota. Ignore o homem atrás da cortina, porque nas paredes do manicômio não há janelas. 

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

»TAG« Essa sou eu em imagens


A minha querida Lua-san ♥ me marcou em uma TAG! Achei bem divertido e confesso que é algo novo pra mim já que, apesar do Paper Doll ser um blog sobre a minha vida... É difícil deixar meus gostos explícitos.
Foi uma idéia incrível da Any, que voltou com essa TAG.
***
1. UMA ESTAÇÃO. 

Outono. Gosto das cores desta estação...

2. UM MEIO DE TRANSPORTE. 
Cadillac 1965. Me faz querer viver nessa época... 

3. UM LUGAR. 
 
Lugares altos como prédios e etc. A vista noturna da cidade é linda.

4. UMA FASE DO DIA (MANHÃ, TARDE OU NOITE)
Madrugada. Quieto, solitário , silencioso... Eu amo isso.

5. UM FILME.
Scott faria de tudo por ela. Até enfrentar os sete ex-malvados de Ramona Flowers. Oh, eu amo esse filme. 

6. UM ATOR.
Chris Pratt. Senhor das estrelas. Salvador da galáxia, duas vezes... 

7. UMA ATRIZ. 
Scarlett Johansson. Ruiva, morena, loira.. Linda de qualquer forma. Como cabe tanta perfeição em uma pessoa?

8.UMA BANDA OU GRUPO MUSICAL.

The Neighbourhood. Rock. Alternativo. Preto e branco. 

9. UM PENTEADO. 
Coque simples.

10.UMA PARTE DO CORPO. 
Braços. Meu defeito.

11. UMA BEBIDA. 
Martini. Alcoólico. Muito alcoólico. PT. 

12.UMA FLOR OU PLANTA. 
Hortência. Rosa ou azul, muda de cor dependendo do solo.... Havia algumas em minha antiga casa. 

13.UM ANIMAL DOMÉSTICO.
Gatos. Tive muitos... 


14. UM ANINAL SELVAGEM. 
Cervos. They are in my Dreams.

15. UM LUGAR PARA CONHECER. 
Portugal :) Número um em minha lista, e você sabe não é? 

16. UM SONHO. 
Achar um lugar só meu. Distante de tudo  que me faz mal. 

17. UM ACESSÓRIO. 
Fones... ♥

18. UMA ARTE. 
Mangá. ありがとうございます 

19. UM MEDO. 
Nada nunca mudar. Apenas girar em círculos.

20. UM MONUMENTO. 
Não sei o motivo. Estátua da liberdade :)

21. SEU SIGNO. 
Virgem. 
Muito TOC e planilhas no Excel. 

22. SEU ELEMENTO ( DE ACORDO COM O SIGNO). 
Terra. 

23. UM ANIMAL OU PERSONAGEM MÍTICO DA MITOLOGIA.
Pandora e sua lancheira caixa. 

24. UM LIVRO.
Eleanor & Park. ♥

25. UM CANTOR. 
John Lennon. Despensa apresentações.

26. UMA CANTORA. 
Lorde. ♥

27. UMA REVISTA. 
Não tenho o costume de ler revistas, mas tenho um exemplar da Marie Claire no meu guarda roupa. Nem sei o motivo.

28. UMA MODELO. 
Behati Prinsloo...

29. UMA SÉRIE. 
Chato. Mal-humorado. Sarcástico. Mandão. Ranzinza. Brilhante. 
House. ♥

30. UM ROLÊ. 
Ir no banco e sacar o inativo. 

Sair com o boy... A pessoa que deixa qualquer lugar divertido. 

31.  UMA PEÇA DE ROUPA. 
Qualquer coisa com mangas longas. 

32. UMA COR. 
Azul turquesa. 

33. UMA PAIXÃO FICTÍCIA.
Tom Keen ( The Blacklist ). Vilão? Mocinho? Um beijo? Quero! 

34. UM ESTILO DE SE VESTIR. 
Casual. Jeans e alguma coisa... Embora eu pareça vestir um saco de batatas atualmente. 

35. UMA PERSONAGEM. 
Ramona Flowers. Inspiração para pintar o cabelo de azul e me arrepender depois... Lembrar que algumas coisas só são bonitas em gente da TV... 

36. UMA REDE SOCIAL. 
Tenho uma conta com menos de dez amigos, só pra falar com gente realmente importante para mim. E ver memes é claro. 

37. SIMPLISMENTE UMA IMAGEM. 
... 


Espero que esse seja o fim dos enigmas... Ou alguns deles ;) 
Obrigada borboletas. 

E chegando ao fim, vou indicar; 


Não vale GIF. Okay?! ♥

*perdoem eventuais piadas sem graça. 

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Chronology

2:01 A.M. 

Insônia. Puxões de cabelo frequente, mãos que se movem de maneira estranha. Qual o meu problema? Qual deles¿

6:10 A.M.
Os documentos estão na bolsa? Oh, essa roupa é tão feia. E essa também. Talvez seja eu. Tanto faz. Só café. Onde estão os óculos?

6:43 A.M.
Ela disse oi, mas não respondeu quando perguntei se estava tudo bem. Não tenho tempo pra isso, você precisa caminhar mais de pressa. 

10:36 A.M.
A prova de filosofia gabaritada me deu um tempo livre. Eu não posso ajudá-la. Não posso. 

11:05 A.M.
Meu pai é uma voz ao telefone. Letras no visor. Será que  merece ser chamado assim? 

3:22 P.M. 
Tem boas palavras. Ele é divertido. 

6:00 P.M. 
M. Quero um abraço. 

8:44 P.M. 
Talvez eu deva fechar os olhos um pouquinho. A claridade do monitor machuca meus olhos, o efeito sonoro sem graça da video-aula irrita meus ouvidos. 

10:31 P.M. 
Eles estão brigando novamente. Gritos. Gritos. Gritos. Qual o problema dessa vez? O divórcio existe, e apenas quero dormir. 

2:01 A.M. 
Insônia...

domingo, 1 de outubro de 2017

I'll be a good girl in the hell


 Os óculos sempre escorregam para ponta do nariz enquanto olho para meus pés. Incomodo constante, todo o tempo, o tempo todo. Pensamentos lineares tendem finalmente a vir e desesperadamente procuro um vício para me sustentar. Uma garota com cabelo azul e maço de cigarros me oferece um, eu aceito. 

Esquisito pensar que tive ambos e que ambos me desagradam. 

Só que cigarro é uma tristeza feliz quando meu pulmão não tem valor e o resto também não. 

***
M cuida dos vícios auto destrutivos por mim fazendo minha mente livre de nicotina. Infelizmente ele não pode livrar-me de mim mesma. Nem eu. Ninguém. É impossível. A fome é um suicídio lento e me dá tempo de escolher recusar viver. 

Tenho medo que cinquenta e três seja irreal.